Sim, nós temos Champagne

Você, provavelmente, já escutou que a palavra Champagne é somente designada à bebida da região homônima, na França. Vou tentar resumir para quem ainda não escutou esta história em alguma vinícola por aí.  Nos anos 60, a região francesa de Champagne na França, iniciou um processo para proibir o uso da palavra “Champagne” em regiões produtoras do produto fora da França.  E assim aconteceu e continua até hoje. Acontece que o Supremo Tribunal Federal brasileiro, autorizou, em 1974,  quatro vinícolas a utilizarem o termo “Champagne” em território brasileiro. Uma delas é a Peterlongo.  Hoje, a Peterlongo, é a única empresa existente no Brasil que pode utilizar em seus rótulos e melhores produtos este termo.

Clipboard01
Champagne Peterlongo. Foto: site oficial

Fazendo a visitação na Peterlongo em Garibaldi no Rio Grande do Sul, conheci um pouco mais sobre como foi a produção do primeiro champagne do Brasil.

 O fundador da empresa, Sr. Manoel Peterlongo, tinha o hábito de beber espumantes na Itália e buscou repetir  a elaboração aqui no Brasil. Implantou, no porão de sua casa, uma pequena cantina onde começou sua produção. Na 1º Exposição de Uvas de Garibaldi. ele recebeu a “Medalha de Ouro” relativo a seu “moscato Typo Champagne”. Segundo o que diz o vídeo de apresentação da vinícola que inicia a visitação no local, é o primeiro registro oficial da bebida sendo elaborada no Brasil, em 1913.

peterlongo 2
Foto: site Peterlongo.com.br

Depois deste vídeo, inicia-se o passeio por dentro do prédio principal, um castelo. Conhece-se as máquinas antigas, o processo de produção das bebidas e depois passa-se a uma sala especial para fazer a degustação.

Conhecemos também a edição Vintage que reproduz o rótulo antigo em uma edição especial de espumantes.

peterlongo

Minha curiosidade claro era por tomar a nossa Champagne. A Peterlongo vende duas versões: Brut e Nature. Eu, como gosto mais dos exemplares mais adocicados, preferi a segunda, mas os paladares mais refinados ão de apreciar a primeira. Os preços, bem mais altos que as espumantes que costumamos consumir, intimida um pouco os consumidores não tão especialistas, como eu.

Enfim, visitar a Peterlongo não é simplesmente conhecer uma vinícola e degustar produtos, mas conhecer a história de uma empresa centenária, que participou de tantos momentos importantes no Brasil.

A visitação ocorre de segunda a domingo, dás 9h às 16h.

A Peterlongo fica na Rua Manoel Peterlongo Filho, 216 – Garibaldi/RS.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s